Segurança de grandes eventos: quem pode atuar na área?

O mercado de segurança de grandes eventos cresce a cada dia no Brasil e se apresenta como uma boa oportunidade de trabalho para quem procura um emprego. Os shows ou festas privadas de grande porte — acima de 3 mil pessoas — exigem a presença desse profissional, que deve ser devidamente qualificado.

O segurança de grandes eventos também atua como um apoio para a segurança pública, impedindo tumultos em ambientes com grande aglomeração de pessoas.

Neste post, você vai saber quem pode atuar na área de segurança de grandes eventos. Acompanhe!

O que é segurança de grandes eventos?

Esse profissional atua zelando pela segurança do público de festas e eventos privados, de acordo com a lei, sendo uma função complementar à segurança pública.

É dever da equipe de segurança estar devidamente capacitada para manter o controle da situação e dominar suas emoções, já que o uso da força deve ser utilizado em último caso, ou seja, quando toda a negociação falhar.

Qual a conduta esperada do segurança de grandes eventos?

Esses profissionais devem atuar de forma firme, seguindo as regras da casa de shows, e manter uma postura compatível com aquilo que o cliente espera.

Além disso, a equipe de segurança deve estar alinhada para a realização de suas funções, com o objetivo de o evento transcorrer harmoniosamente, ou seja, sem tumultos.

Quem pode atuar na área de segurança de grandes eventos?

A Polícia Federal publicou, em dezembro de 2012, no Diário Oficial da União, a Portaria nº 3.233/2012 — DG/DPF. O documento dispõe sobre controle, fiscalização e realização de atividades de segurança em grandes eventos.

O documento institui como obrigatório o Curso de Extensão em Segurança para Grandes Eventos para especializar e qualificar os vigilantes para atuação nos locais com grande concentração de pessoas. Entre eles estão eventos a céu aberto, grandes arenas de shows, como o Rock in Rio, festas esportivas, entre outros.

curso deve ser ministrado por Escola de Segurança autorizada pela Polícia Federal, em formato fixado em 50 horas/aula.

Quais são as principais atividades do segurança de grandes eventos?

Veja, a seguir, as principais atividades do segurança de grandes eventos!

Controle de acesso

  • fazer revista pessoal;
  • identificar substâncias ou objetos proibidos, assim como impedir a entrada desses materiais no local do evento;
  • identificação e controle de acesso, entre outras atividades.

Gerenciamento do público

  • dar informações;
  • orientar e indicar acessos;
  • contribuir para o conforto e bem-estar do público, com atenção especial a crianças, idosos e portadores de deficiência;
  • manter a calma e prevenir todo tipo de ação meliante;
  • controle de motins.

Como é feito o planejamento no pré-evento, durante o evento e no pós-evento?

Muitos fatores devem ser analisados na organização da segurança de eventos. Veja a seguir!

Pré-evento

  • analisar o ambiente interno e externo;
  • compreender o objetivo do evento;
  • avaliar os riscos;
  • fazer o plano de segurança.

Evento

  • executar o plano de segurança;
  • monitorar e impedir ações suspeitas;
  • adotar as medidas necessárias em caso de risco.

Pós-evento

  • acompanhar a saída do público;
  • supervisionar a desmontagem do local;
  • relatório das atividades de segurança do evento, que servirá para pautar o plano de segurança em outras oportunidades.

Como vimos ao longo deste post, capacitação é a palavra-chave para ser um profissional de segurança de grandes eventos. É preciso estar apto para interagir com todo tipo de público.

Se você gostou deste post sobre segurança de grandes eventos, entre em contato conosco para saber mais sobre os cursos da Escola Brasil de Segurança!

Sem Comentários